segunda-feira, novembro 23, 2009

COMUNICADO ASSOCIAÇÃO ADEPTOS SPORTINGUISTAS

"A Associação de Adeptos Sportinguistas repudia e lamenta o teor das declarações do antigo funcionário da Sporting SAD Paulo Bento aos jornais "Record" e "Jornal de Notícias" do passado sábado, não tendo ficado, contudo, surpreendida com tal conteúdo.

Atendendo à sua índole, compreendemos o seu descontrolo, pois sempre o vimos a criar e viver de conflitos, furtando-se constantemente a uma análise séria e objectiva sobre a qualidade do seu desempenho. Fê-lo com árbitros, dirigentes, adeptos e jogadores. E, descontextualizado da realidade, ainda considera ter importância para o fazer até um dia se aperceber, finalmente, que o Sporting Clube de Portugal é muito maior que o seu ego.

Nesta sua exteriorização de inúmeros dislates, procura atingir sportinguistas aos quais se reconhece amor ao clube. Tal não poderá constituir-se como uma surpresa, uma vez ter sido norma, enquanto funcionário da Sporting SAD, mal tratar e afastar jogadores da casa, como foram Ricardo Sá Pinto, Beto ou Nelsón. Por ironia, pode até considerar-se uma honra ser visado por Paulo Bento, visto ser um reconhecimento de sportinguismo naqueles.

Entre a sua procura de declarações bombásticas, sempre sob a falsa capa de honestidade, frontalidade e um vasto manto de virtudes e de valores, percebe-se finalmente, quem foram os principais responsáveis pelo futebol que a equipa praticava no seu consulado: A Associação de Adeptos Sportinguistas, Ricardo Sá Pinto, Rogério Alves e as claques. Ficamos, por enquanto, sem saber quem foram então os obreiros dos sucessos. Serão os mesmos ou Paulo Bento só é responsável pelos sucessos?

Alvitra ao Presidente do clube que tome cuidado com os "abutres" sem contudo saber que o mesmo já estava, desde há muito, a par da presença de outras aves de rapina que por Alvalade circundam ou circundavam.

Paulo Bento teve tempo, oportunidades e protecção - como o próprio admite - para realizar um bom trabalho ao serviço do Sporting Clube de Portugal. Considerou ter tomado a melhor opção para o Sporting ao pedir a sua demissão e assim abandonar o clube pela porta grande de forma íntegra e honesta. Infelizmente, as suas recentes declarações, de teor revanchista, demonstram que terá abandonado o clube pela janela e se não quiser demonstrar respeito pelos sportinguistas, que o demonstre, pelo menos, pelo clube que o acolheu ao longo de quase uma década.

Nem todos têm estatura moral e ética para sair pela porta grande.
Os valores não se pregam nem se apregoam. Vivem-se e praticam-se!"

4 comentários:

FEIO disse...

Quero aqui deixar todo o meu apoio ao excelente trabalho efectuado pela AAS, especialmente na pessoa do Nuno Manaia, que conheço pessoalmente e sei que é um grande sportinguista.

E como o conheço bem, sei que não vai desistir daquilo que entende ser servir o clube do seu coração, por declarações de um individuo que prestou um serviço mediocre ao SCP, ao contrário do que alguns dizem.

Já todos perceberam que a palavra ÉTICA, na boca desse individuo, depende de onde sopra o vento.

Ele que assine rápidamente por um qualquer clube do médio oriente, encha os bolsos, e espalhe o seu veneno longe de nós.

Filipe M. disse...

Piada que vai circulando por Aveiro:
"Paulo Bento envolvido no processo face oculta: andou 4 anos a comprar sucata!" :-)

É uma graçola, mas tem todo o sentido!

Anónimo disse...

Estranho o facto de não haver uma linha ao incidente por si protagonizado.

Nuno Manaia Costa disse...

...E que incidente protagonizei eu??????? Importa-se de referir??? è que não me recordo de qualquer incidente que tenha protagonizado nos ultimos tempos....